Página Inicial > Cotidiano > Superstições na prática

Superstições na prática

Hoje, desastrado como sempre, derrubei uma colher no chão do restaurante enquanto matava a vontade do nosso Arroz-Com-Feijão (assim, com maiúsculas, pois fazia mais de mês que não comia isto).
Enquanto eu a apanhava, uma garota na mesa ao lado comentou: “Na minha família se diz que quando uma colher cai no chão é sinal de que vai aparecer uma mulher…”
Voltei ao meu prato e à Piauí atrasada, supersticioso como nunca, para ver se a maré muda :) . Mas dali a alguns instantes minha vizinha de mesa me interrompe, orgulhosa, “Você viu? Acabou de entrar uma mulher!”

Não, não vi, mas compreendi que o que a superstição diz é que vai aparecer uma mulher no lugar onde caiu a colher, não para quem a derrubou ;)

Uma variação desta superstição reza que quando uma faca cai no chão quem é atraida é uma desgraça, e para neutralizar é necessário pegar imediatamente a faca e fazer, com ela, 3 riscos no chão.

Na última vez que presenciei uma ocorrência desta foi uma de minhas irmãs quem a derrubou, enquanto lavava a louça que eu enxugava… para afastar o mau agouro ela rapidamente fez lá os 3 riscos, e o último deles me acertou um dedo do pé e fez um aqueles cortes bem finos, que demoram a estancar.

Logo, superstições funcionam, mas quando me interessam, não correspondem;  quando não me interessam, além de funcionarem, sobra pra mim :)

Categories: Cotidiano
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.