Hay caracoles

É isso aí, aqui em Cádiz também há caracóis. E, desculpem-me os portugueses, os daqui são melhores: mais temperados, com pimentões, cebola, e uma erva de cheiro que não identifiquei. Ficam mais saborosos, e são servidos em uma tijela*, o que os mantêm quente por mais tempo.

Depois jantei um “Gallo empanado”: gallo é um peixe bem saboroso e com a consistência parecida com nosso pescado, mas pouco mais encorpado. Servido com salada de repolho cru e um creme branco não identificado, bem leve. Acompanhou bem.
Perguntei pro Google sobre o gallo, para ver se tem por aí, mas parece que não: o mapa diz que o Lepidorhombus whiffiagonis só tem por aqui.

* no outro post sobre caracóis comentei que me servi do jeito errado, sem separar o prato sob o qual serviram os caracóis… pois é, deve ter sido alguma memória ancestral: aqui o prato sob a tijela onde os caracóis são servidos fica lá, e para ela vão as conchas vazias. Ninguém me ensinou, foi monkey-see-monkey-do com a mesa ao lado. Então fiz do jeito certo na 1a vez, o jeito da terra dos meus avós :)

Categories: Cádiz, Gastronomia, Turismo
  1. Sérgio
    16, maio, 2009 em 11:04 | #1

    Agora estou com inveja dobrada …

  2. 16, maio, 2009 em 15:58 | #2

    Triplique, comi outra porção hoje :)

  1. Nenhum trackback ainda.