Página Inicial > Gastronomia, Lisboa, Turismo > Cozido à Portuguesa

Cozido à Portuguesa

Se Darwin estudasse a evolução culinária certamente chegaria à conclusão que nossa Feijoada evoluiu do Cozido à Portuguesa: troque feijão preto por branco, paio por chouriço (a linguiça, não o corte argentino/uruguaio), a couve por repolho, o molho de pimenta por piri-piri. e pronto, temos um Cozido à Portuguesa.

Claro, isso só vale se o Cozido já existisse na época da escravidão no Brasil, mas creio que sim.

Ah, fica faltando a farofa e a caipirinha!

Categories: Gastronomia, Lisboa, Turismo
  1. Andrey Sant’Anna
    13, maio, 2009 em 23:15 | #1

    Já ouvi que essa história da feijoada ser o “prato dos escravos” é uma lenda, pois em realidade eles não tinham acesso às partes “menos nobres” do porco, pois essas sempre foram muito apreciadas pelos colonos.
    No fim das contas o prato nacional é inspirado mesmo no cozido português.
    Mas isso não é exclusividade nossa, os italianos comem macarrão (chinês) com molho de tomate (um fruto americano)… acho que só o parmesão ralado é originário da itália.

  1. Nenhum trackback ainda.