A Ginginha

DSC_0414 DSC_0411 DSC_0412

“A Ginjinha do Largo de São Domingos, propriedade de um galego, de nome Espinheira, foi o primeiro estabelecimento em Lisboa a comercializar a bebida que lhe dá o nome e que rapidamente se transformou num ex-libris da cidade. Por conselho de um frade da Igreja de Santo António, Espinheira fez a experiência de deixar fermentar ginjas dentro de aguardente, juntando-lhe açúcar, água e canela. O êxito foi imediato, quer por ser doce, quer por ser barato, e a Ginjinha transformou-se na bebida típica de Lisboa.”

É bom.

Categories: Gastronomia, Lisboa, Turismo
  1. Andrey
    27, abril, 2009 em 10:34 | #1

    Eu adorei, em copinhos de chocolate!
    É a jurupinga deles, né não, Edu?

  2. 27, abril, 2009 em 15:23 | #2

    Hei, o meu não vinha em copinhos de chocolate, o pá. É, pode-se dizer que é uma Jurupinga sem Geraldinho.

  3. Angelo
    4, maio, 2009 em 16:27 | #3

    Dú!
    Quero voltar ai, mas quero ir sozinho da proxima vez.
    Como o Andrey disse, só no copinho de chocolate! tinha que me manter bem (sóbrio) o maior tempo possivel.

    Angelo!

  1. Nenhum trackback ainda.