Arquivo

Arquivo de 11, dezembro, 2009

Haikais

11, dezembro, 2009 1 comentário

Vasculhando meu baú virtual atrás do antigo blog do Andrey, acabei encontrando o meu antigo e, lá, os haikais que fiz na época, 2001/02… pela ordi:

– estes foram os primeiros :

Caí do trem da história
Fiquei sem saber
onde ele ia

quando vi o som do dia
só ouvi
o que escrevia

o rodo se esbaldava
na água que caía
em gota

outono hoje
a sombra costumeira
virou colchão

– putz, aqui era eu torcendo para umas plantas que eu havia comprado florirem… morreram pouco depois :(

vai brotar a flor
a ansiedade
à flor da pele

estes foram esperando a Lu, que havia ido comprar “uma blusinha rapidinho“… onde anotei “Este é meu primeiro com métrica perfeita (5-7-5)” :)

ai ai ai ai ai
ai ai ai ai ai ai ai
ai ai ai ai ai

se flor comprasse as pétalas
levaria anos
para florir

– aqui meu eu melancólico se manifestando

Saudades da melancolia
de quando da dor não sabia
que sabia a filosofia.

– a série abaixo certamente foi numa época nublada como os últimos dias aqui em Sampa

Ando esquecido
Há um azul celeste
Atrás do branco?

Azul cadê?
Algodão entope
Minha vista

Mais céu nublado
Por mais tempo fará
Meu humor inglês

Retornou com classe
Após a densa neblina
Bem-vindo à terra

– minhas encrencas com comunicação, já de antigamente…

Telefone email
Celular torpedo chat
Devia ficar quieto

– e esse eu mesmo não entendo

Eleger o possível,
torna possível
o impossível.

Depois nunca mais fiz haikais, acho que a vida começou a ficar mais complicada naqueles tempos e fui abandonando, como abandonei o blog. Quem sabe volte a inspiração.

Categories: Literatura, Sobre a vida