Arquivo

Arquivo de 23, abril, 2009

Um almoço típico…

23, abril, 2009 1 comentário

Sabe lugar que a gente vai almoçar durante a semana, perto do trabalho, barato e sem frescura? Pois é… resolvi experimentar um, aqui fora do centro histórico, e foi ótimo:DSC_0199

Composição: pão, sopa, bebida (sumo, água ou vinho), prato de peixe ou carne, doce, café.

Pulei o pão e escolhi ‘Caldo Verde’ na sopa e salsicha na opção carne. A salsicha aqui é o que chamamos de linguiça em SP, e foi servida frita e refogada num molho com folhas inteiras de repolho e um tico de arroz e batatas fritas. Parece pesado, mas não é, pois as porções são pequenas e não muito gordurosas, e tudo estava muito saboroso. O doce foi um ‘creme ao leite’, que lembra muiiiiito vagamente os flans industrializados… até eu, que não curto muito doce, gostei.

DSC_0196 DSC_0197

Ah, aquele copo de conhaque não fazia parte :) e na realidade nem é conhaque, é uma bebida chamada “Macieira”, que é um brandy também, mas mais suave que um conhaque.

Tudo aqui, na “Marisqueira de Alvalade”, por metade do preço de um restaurante pra turistas.

DSC_0198

Categories: Cotidiano, Lisboa, Turismo

Pai do Visconde?

23, abril, 2009 Sem comentários

Se no “Sítio do Pica-Pau Amarelo” temos o Visconde, aqui em Portugal havia o Conde:

DSC_0131

Categories: Lisboa, Turismo

Procurando Fernando Pessoa

23, abril, 2009 1 comentário

O hotel em que estamos fica mais próximo do Aeroporto do que do centro da cidade, e hoje estudando o mapa encontrei uma ruazinha chamada “Rua Fernando Pessoa” aqui perto, que dúvida em ir lá…

Então o pequeno passeio de hoje foi próximo ao hotel, em respeito ao resfriado e em busca do Pessoa.

Não me entendi direito com o mapa e parece que deixei meu senso de orientação em SP, então chegar à rua foi na base da perguntação… descobri que você tem que ser preciso: mesmo próximo à “Rua Fernando Pessoa”, se você se enganar e perguntar para alguém – que sabe onde é a rua – onde fica a “Avenida Fernando Pessoa”, a pessoa não vai te perguntar ‘Ô gajo, será que não queres dizer ‘rua’ em vez de ‘avenida?’
Bem, algumas perguntas depois:

DSC_0142

ela fica em um simpático quateirão residencial, com pequenos prédios de 3 andares e varandinhas, e com limoeiros em cada esquina. Pareceu-me que todas as ruas em volta são homenagens literárias… de modo que o Pessoa faz esquina com a Florbela Espanca:

DSC_0157

Mais em http://picasaweb.google.com.br/edumingues/FernandoPessoa1#

Categories: Lisboa, Literatura, Turismo

Pac-Man em Paris

23, abril, 2009 1 comentário

Como a ponte é mais antiga do que os jogos eletrônicos, creio que encontrei a inspiração para as criaturas do Pac-Man:

pacman

Categories: Paris, Turismo

Em Paris

23, abril, 2009 1 comentário

Agora sim, com todas as combinações entre Pardon, S’il vous plaît, “Je ne parle pas français” e Merci, você resolve a maioria das situações, o resto você aponta no cardápio :)

Esta primeira fase da viagem não tinha muito foco em visitas a pontos turísticos tradicionais, então fora a Torre Eiffel, Montmarte, e outros lugarzinhos onde nem levei a câmara, o circuito foi mais etílico-gastronômico-noturno, nessa ordem:

etílico: pardon, ainda não aprendi a beber vinho, então foram só umas taças. Fui de conhaque nacional francês e, como o tempo ajudou, umas caras cervejas… até um pint de Guinness numa tarde mais fria (não deve haver nenhuma lei que proiba beber Guinness em Paris :) ).

gastronômico
: comemos mais em casa, então de comer fora um bom crepe num restaurante pequeno, e um cordeiro muito bom, com nome e sobrenome que não lembro, em um restaurante mais chique um tanto. Uma visita a uma brassérie para comprar pão, e a um Pão de Açúcar daqui (Monoprix), deu para ter a noção da quantidade de queijos, patês, pães e vinhos que este povo consome.
Ah, para satisfação do André Trigueiro*, me recusei a comprar um patê de foie gras, em solidariedade aos pobres gansos.

Noturno
: a vida noturna é agitada, mas os bares são caros para quem não bebe vinho; o atendimento em geral é bom, na base do bonsoir, merci, s’il vous plais, etc… a única má experiência foi justamente no último movimento do último bar: o atendimento até que foi bom, mas a linda dona resolveu homenagear os brasileiros com uma última música e tascou um ‘Ilá ilá iê’ com a Xuxa!!! Saímos correndo, sem olhar pra trás. Ah, mas os franceses se salvaram: a mulher era argentina :)

* André Trigueiro é um jornalista que tem um programa na Rádio CBN chamado ‘Mundo Sustentável’, e num recente ele meteu o pau nos criadores, consumidores e vendedores de foie gras.

Categories: Cotidiano, Paris, Turismo

Chegando a Paris

23, abril, 2009 1 comentário

Consegue-se chegar a Paris sem sequer um ‘Pardon’ ou ‘S’il vous plaît’, já que o agente da imigração mal olhou para a minha cara e não me deparei com nenhum funcionário depois que peguei a bagagem e procurei, desesperadamente, algum lugar para fumar após umas 14 horas de abstinência.
Encontrei um fumódromo, talvez informal pois a única sinalização que encontrei num espaço contíguo às catracas do trem (RER) foi justamente uns sujeitos fumando… ah, que Marlboro bom!
A indicação da Lili era para pegar o RER para Paris e, como encontrei uma máquina que me vendeu o bilhete necessário em inglês, com pagamento via cartão de débito, não tive que gastar o resto do meu francês para comprá-lo.

E depois, como o trajeto era contínuo, chegar à estaçao certa foi tranquilo.

Categories: Paris, Turismo

Nada como ficar doente para pôr um blog em dia.

23, abril, 2009 Sem comentários

Mesmo na primavera, não saia à noite em Paris sem cachecol: contando com a estação, deixei a desejar no quesito ‘agasalhos’ na mala de viagem, e como durante o dia esquecia do frio da noite, não comprei um cachecol ou mesmo um pano que usam lá e que faz as vezes de um e o resultado foi uma dor de garganta que evoluiu pr’um resfriado, e que acabou migrando para o sol de Lisboa :(

Então, de molho, aproveito pr’umas notas o wi-fi do hotel :)

Categories: Lisboa, Paris, Turismo