Arquivo

Arquivo de abril, 2009

Se a moda pega…

27, abril, 2009 1 comentário

em São Paulo, vai faltar lugar para colar cartazes

roubado

Categories: Cotidiano, Lisboa

Conexões II

27, abril, 2009 Sem comentários

Sem adaptador, faça a barba com o notebook

shaver até que um China In Box o salve adap :)

Categories: Cotidiano, Lisboa, Turismo

Torre de Belém

26, abril, 2009 3 comentários

Um boné e 4 euros foi barato para conhecer o monumento que recepciona quem chega a Lisboa pelo mar.
Magnificamente belo, penso que sua beleza acaba sendo contraditória, visto que foi construído para defender a cidade e era repleto de canhões… algo como formar um exército com Natassjas Kinsk e Giseles Bunchen… bem, mas aí era pedir para ser invadido ;)
Creio que um engenheiro militar hoje constuiria a Torre como se fosse montada com peças de Lego: funcional, mas nada bela.

DSC_0011

De fora me pareceu pequena, mas quem se dispõe a pagar os 4 euros (o boné pro Tejo é opcional) e percorrer todos os seus andares, pátios e a masmorra, se cansa de tanto percorrer os espaços e as escadarias, além de se agachar e espremer para disputar o lugar com os outros turistas.

Categories: Lisboa, Turismo

Foi bonita a festa, pá

26, abril, 2009 Sem comentários
DSC_0533 Ontem, 25 de abril de 2009, foi aniversário de 35 anos da Revolução dos Cravos, movimento que marcou o fim da ditadura do Estado Novo em Portugal, que teve início em 1926. Eu acreditava que Salazar estivesse no poder nesta ocasião, mas não, a ditadura estava na 2a geração, com Marcelo Caetano como presidente.

Foi um evento marcante para a sociedade portuguesa; e, recente,ainda está muito vivo na memória do povo daqui, que organiza um desfile de comemoração que desce a Av. Liberdade até a Praça D. João IV.
É um evento emocionante e que tive o prazer de acompanhar, e onde pude, além de torcedor da Lusa, ser um pouco português por algumas horas.

As fotos estão aqui, e no continuo abaixo alguns relatos.

Leia mais…

Categories: História, Lisboa, Turismo

A Ginginha

25, abril, 2009 3 comentários

DSC_0414 DSC_0411 DSC_0412

“A Ginjinha do Largo de São Domingos, propriedade de um galego, de nome Espinheira, foi o primeiro estabelecimento em Lisboa a comercializar a bebida que lhe dá o nome e que rapidamente se transformou num ex-libris da cidade. Por conselho de um frade da Igreja de Santo António, Espinheira fez a experiência de deixar fermentar ginjas dentro de aguardente, juntando-lhe açúcar, água e canela. O êxito foi imediato, quer por ser doce, quer por ser barato, e a Ginjinha transformou-se na bebida típica de Lisboa.”

É bom.

Categories: Gastronomia, Lisboa, Turismo

Há caracóis

25, abril, 2009 4 comentários

Havia até me esquecido da dica do Sérgio, “Veja se encontra umas plaquinhas ‘Há caracóis’ nos restaurantes e experimenta.”

DSC_0181

Era em um boteco repleto de bebuns portugueses e um brasileiro, aos quais me somei e experimentei caracol de jardim cozido.

ATENÇÃO!!! O link abaixo é desaconselhável para os que têm nojo e o estômago fraco :)

Leia mais…

Categories: Gastronomia, Lisboa, Turismo

www.myspace.com.pt

25, abril, 2009 Sem comentários

De longe, estranhei o myspace ter um sítio, físico e/ou virtual, em Portugal

DSC_0161

de perto, entendi a jogada ;)

DSC_0162

Para não arriscar ser injusto, fui no whois de pt: foi registrado em 2006, bem depois do myspace.com, que é de 1996.

Oferenda ao Tejo

25, abril, 2009 1 comentário

Meu boné predileto, oferecido ao Tejo por uma ventania…

DSC_0075

Categories: Lisboa, Turismo

Um almoço típico…

23, abril, 2009 1 comentário

Sabe lugar que a gente vai almoçar durante a semana, perto do trabalho, barato e sem frescura? Pois é… resolvi experimentar um, aqui fora do centro histórico, e foi ótimo:DSC_0199

Composição: pão, sopa, bebida (sumo, água ou vinho), prato de peixe ou carne, doce, café.

Pulei o pão e escolhi ‘Caldo Verde’ na sopa e salsicha na opção carne. A salsicha aqui é o que chamamos de linguiça em SP, e foi servida frita e refogada num molho com folhas inteiras de repolho e um tico de arroz e batatas fritas. Parece pesado, mas não é, pois as porções são pequenas e não muito gordurosas, e tudo estava muito saboroso. O doce foi um ‘creme ao leite’, que lembra muiiiiito vagamente os flans industrializados… até eu, que não curto muito doce, gostei.

DSC_0196 DSC_0197

Ah, aquele copo de conhaque não fazia parte :) e na realidade nem é conhaque, é uma bebida chamada “Macieira”, que é um brandy também, mas mais suave que um conhaque.

Tudo aqui, na “Marisqueira de Alvalade”, por metade do preço de um restaurante pra turistas.

DSC_0198

Categories: Cotidiano, Lisboa, Turismo

Pai do Visconde?

23, abril, 2009 Sem comentários

Se no “Sítio do Pica-Pau Amarelo” temos o Visconde, aqui em Portugal havia o Conde:

DSC_0131

Categories: Lisboa, Turismo